11 dicas de marketing digital paraganhar dinheiro com programa de afiliados

0
471

Saiba como fazer marketing na internet para lucrar como afiliado.

Os programas de afiliados estão em alta. Dados divulgados pelo Statista estimam que as despesas com essa modalidade de marketing tenham atingido US$ 8,2 bilhões em 2022 apenas nos Estados Unidos. Alta relevante se comparada aos US$ 5,4 bilhões em 2017.

No Brasil, a estimativa é de que o marketing de afiliados tenha movimentado US$ 33 milhões em 2020. Esse é um significativo, mas que ainda corresponde a uma pequena parcela dos US$ 3,3 bilhões investidos com marketing digital como um todo.

Se você quer se destacar nos programas de afiliados, saiba que o marketing digital é um dos melhores canais para a divulgação de seu link ou código de afiliado. Afinal, dada a grande quantidade de oportunidades para fazer isso.

Continue a leitura para conferir a lista com dicas que podem te ajudar a atingir ainda mais sucesso!

#1 – Escolha produtos ou serviços que você se interesse

A primeira dica é escolher trabalhar com um nicho de mercado que você goste. Com isso, o trabalho se tornará muito mais prazeroso e interessante.

Por exemplo, se você gosta de futebol, trabalhar como afiliado de apostas esportivas é uma bela oportunidade para consumir ainda mais conteúdo sobre algo que te agrada. Allém disso, pode conseguir uma grana extra.

Por outro lado, escolher produtos ou serviços que você não gosta tende a ser um desafio, influenciando sua motivação. Trabalho sempre exige esforço e dedicação, mas a trajetória tende a ser prazerosa quando se opta por algo que te interessa.

#2 – Defina o seu público-alvo e conheça as suas dores, desejos e necessidades

Uma vez definido o nicho de atuação, é hora de conhecer o seu público-alvo. Oseja, as pessoas que você quer que comprem os produtos ou serviços divulgados por meio do marketing de afiliados.

Faça pesquisas e acompanhe outros perfis sobre o mesmo assunto para entender quem é o público que consome aquilo. São pessoas jovens ou com mais experiência? Homens ou mulheres? Consomem conteúdos de manhã, à tarde ou à noite?

Além de tudo isso, vale entender o seguinte:

  • As dores do público, ou seja, o que eles sentem;
  • Os desejos do público, que é o que eles almejam conquistar na vida;
  • As necessidades do público, equivalente ao que eles precisam para curar as dores e satisfazer os desejos.

Ao olhar para isso, seus esforços serão muito mais assertivos.

#3 – Crie conteúdo relevante, original e que agregue valor ao seu público-alvo

Buscar por referências é sempre válido, mas seus conteúdos precisam ser originais, ou seja, sem copiar o que é feito por outras pessoas ou empresas. Isso dá um toque de pessoalidade muito importante no marketing de afiliados.

Não menos importante, o conteúdo deve ser relevante, ou seja, fazer a diferença para quem o consuma. Quanto mais você tiver essas características, maior tende a ser o interesse do público.

#4 – Use técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para melhorar seu posicionamento nos buscadores

Você já ouviu falar em SEO? Essa é uma sigla que significa Search Engine Optimization, ou seja, otimização para motores de busca.

São técnicas usadas para conseguir fazer com que o seu site apareça em uma posição mais privilegiada que os concorrentes no momento em que o seu público faz uma pesquisa sobre aquilo que você fala.

Voltando ao exemplo dos afiliados de apostas esportivas, quem se interessa por isso pesquisa sobre odds, técnicas de gestão de banca, prognósticos de apostas e afins.

Vale criar conteúdos que falem sobre isso e que tragam palavras-chave escolhidas a dedo, que se repetem algumas vezes ao longo do texto, como no título, em um subtítulo e também no decorrer do conteúdo.

Para encontrar as melhores palavras-chave, vale usar ferramentas como o planejador de palavras-chave do Google, que é gratuito. Digite o assunto sobre o qual deseja falar e veja quais são as recomendações, inclusive com uma média de pesquisas de cada termo.

#5 – Aproveite as redes sociais para divulgar o seu conteúdo e interagir com o seu público-alvo

É quase inimaginável pensar em estratégias de marketing de afiliados sem usar as redes sociais. Sua agilidade e proximidade de conexão são fatores de destaque e que dão pontos importantes na comparação com outras estratégias.

Kwai, Instagram, TikTok, Facebook, Twitter e YouTube são algumas que você pode utilizar. Porém, atente-se aos formatos para criar conteúdos melhores: Kwai e TikTok são melhores para vídeos curtos, enquanto o YouTube se destaca nos vídeos maiores, por exemplo.

#6 – Crie uma lista de e-mail e faça campanhas para nutrir e fidelizar seus clientes

Por mais tempo que passe, o poder do e-mail ainda segue muito alto. Ele também traz uma proximidade muito boa com o seu público, além do fato de que quase todas as mensagens que você envia realmente chegam à sua base, diferente do que acontece com os algoritmos das redes sociais.

Colete os e-mails do seu público e envie a eles conteúdos com dicas, curiosidades e outras coisas interessantes sobre o seu nicho. Assim, eles receberão, direto em suas caixas de entrada, assuntos que realmente os interessam.

#7 – Ofereça bônus, descontos ou brindes para incentivar as compras dos seus clientes

Quem não gosta de uma boa promoção, não é? Pois bem, seu público provavelmente também gosta bastante e uma ótima maneira de incentivo está em oferecer isso a eles.

Vale investir em promoções especiais para os primeiros que fizerem alguma compra ou para quem indicar mais amigos, por exemplo.

Aí está, inclusive, uma boa oportunidade de aumentar sua base de clientes, que indicarão mais potenciais clientes no futuro. Aproveite o poder das indicações!

#8 – Faça parcerias com outros afiliados ou produtores do seu nicho para aumentar o alcance e a credibilidade

Engana-se quem pensa que é preciso construir tudo sozinho no marketing de afiliados. Juntar-se a outras pessoas pode aumentar suas chances de sucesso, ainda que sejam do mesmo nicho.

Isso pode ser feito por meio de co-posts no Instagram, vídeos em conjunto no YouTube e conteúdos de convidados e parceiros no seu blog. Juntar duas bases de clientes pode ser interessante para ambos os envolvidos.

#9 – Acompanhe as tendências e novidades do seu nicho

Há uma música que diz que camarão que dorme, a onda leva. Brincadeiras à parte, quem não buscar novidades e tendências pode ficar bem para trás na disputa pela atenção e audiência do público.

Uma boa fonte disso são os conteúdos produzidos por influenciadores e produtores de fora do Brasil. Vale ficar atento no que eles estão fazendo e o que traz os melhores resultados para adaptar para a sua realidade.

#10 – Teste diferentes estratégias, ferramentas e canais de divulgação e veja o que funciona melhor

Nós falamos sobre várias alternativas aqui, mas é difícil cravar o que dará certo ou não para você. O que realmente vale é fazer testes e entender o que te traz os melhores resultados.

Por exemplo, de acordo com o seu estilo de comunicação, vídeos longos podem ser melhores que os curtos; ou textos de blog podem ser mais vantajosos para produtos e serviços que demandam uma explicação mais técnica.

Teste, analise e corrija para sempre buscar o que é melhor para sua estratégia.

#11 – Invista em conhecimento, capacitação e desenvolvimento contínuo

Por último, mas não menos importante, não pare de estudar, aprender e se desenvolver. Faça cursos, acompanhe especialistas e entenda que esse é um investimento importante para a sua carreira como afiliado.

Ao seguir essas dicas de marketing para programa de afiliados, você poderá se destacar e potencializar seus resultados. Não se esqueça que quem começa antes tende a acelerar sua performance!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here