Futebol Ex-Palmeiras, Léo Cunha relembra estreia como profissional: "Muito marcante"

Ex-Palmeiras, Léo Cunha relembra estreia como profissional: “Muito marcante”

-

- Advertisment -

Ex-promessa das categorias de base do Palmeiras, o lateral-direito Léo Cunha teve estreia marcante como profissional no clube em 2014. Em entrevista ao Esporte 24 horas, o jogador relembrou o momento, que ocorreu na conquista do Verdão da Copa Euroamericana.

Na ocasião, o Palmeiras bateu a Fiorentina por 2 a 1, no Estádio do Pacaembu, e levantou a Taça. Léo Cunha entro no decorrer do 2º tempo do duelo.

“Foi um momento muito marcante, né? Nós estávamos tomando uma pressão grande, ganhando, mas tomando pressão. O técnico Gareca me chamou para entrar e deu até aquele frio na barriga, de garoto novo. Entrei no lugar do Allione, para jogar de atacante de beirada, e ajudar o Weldinho, que tava na lateral direita, na marcação”, contou Léo Cunha, que atualmente defende o Vasalund, da Suécia, e seguiu:

“Nos três primeiros minutos deu aquela ansiedade, mas foi algo muito marcante, porque foi algo que desde pequeno lutei, passou um filme na cabeça. Foi a realização de um sonho, quantas milhões de pessoas não queriam estar no meu lugar. Foi uma sensação muio boa, que levarei para o resto da minha vida”, afirmou o jogador.

O jogo contra a Fiorentina foi o único de Léo Cunha como profissional pelo Palmeiras. Ele ainda chegou a ser relacionado para partidas em 2015, mas não entrou em campo.

Na sequência, o lateral-direito passou por Noroeste, Boavista, Potiguar, Juventus-SP e Nacional-SP, até chegar ao futebol da Suécia, onde está em sua segunda temporada.

Dayvidson Soares
Jornalista, com passagens por Globoesporte.com, Lance! (Craque do Futuro) e Jornal Gazeta de Alagoas. Apaixonado por futebol e boas histórias.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

Internacional: Um conto de fadas no Brasileirão

O time gaúcho protagonizou momento de altos e baixos durante toda temporada 20/21. Como se fosse um...

A bola chora por Diego Armando Maradona

O maior ídolo do fútbol argentino, Diego Maradona, morre aos 60 por uma parada cardiorrespiratória

Como o futebol está se tornando um investimento para os torcedores?

Se você acompanha de perto os esportes, já deve ter notado o crescimento dos sites de apostas...

O que falta ao Manchester City de Guardiola para chegar a uma final de Liga dos Campeões?

A temporada 2020-21 do futebol europeu será a quinta do técnico espanhol Pep Guardiola à frente do...

Com adversário definido, a analisa novo modelo da Segunda B da Espanha e reforça discurso do acesso com Cultural Leonesa

Antes da pandemia provocada pelo coronavírus, a Segunda B da Espanha tinha 28 rodadas disputadas. Faltavam ainda...

Quem é Riquelmo, a “nova” aposta do Cruzeiro?

O time principal do Cruzeiro ganhou um reforço vindo das categorias de base. Nos próximos dias, o...

Must read

Internacional: Um conto de fadas no Brasileirão

O time gaúcho protagonizou momento de altos...

A bola chora por Diego Armando Maradona

O maior ídolo do fútbol argentino, Diego...
- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you