Em crise, Schalke ficará sem competição europeia pela segunda temporada consecutiva

Campanha fraca na Bundesliga, sobretudo no retorno após pausa pela pandemia, deixa Azuis Reais mais próximos do rebaixamento do que de vagas europeias

0
815

Um dos mais tradicionais clubes alemães precisa com urgência pensar no futuro. O Schalke 04 costuma ser um dos representantes germânicos na Champions League, mas pela segunda temporada consecutiva não conseguirá vaga sequer para a Liga Europa.

Na verdade, a goleada sofrida para o Wolfsburg no fim de semana (1-4) deixa os Azuis Reais, com 39 pontos, mais distantes do 6º colocado, os próprios Lobos (49 pontos), do que do Fortuna Düsseldorf (30), que ocupa a 16ª colocação, para disputar os playoffs contra o rebaixamento.

Se a campanha antes da parada pela pandemia do novo coronavírus era instável, após o retorno foi desastrosa. Desde a volta oficial da Bundesliga, no dia 16 de maio, quando o sofreu revés justo para o grande rival Dortmund (4-0), o Schalke empilhou oito jogos sem vencer – apenas dois empates e seis derrotas.

Não à toa várias torcidas organizadas do clube de Gelsenkirchen preparam protestos, sobretudo contra o presidente do clube Clemens Tönnies. A manifestação, marcada para o próximo sábado ao redor da Veltins-Arena durante a última rodada do Campeonato, quando o clube estará em Freiburg cumprindo tabela contra o time local, terá base em frase idealizada pelos próprios torcedores: “Não somos um abatedouro. Contra a desmontagem de nosso clube”.

Mesmo com a subida dos números gerais de Covid-19 na Alemanha, a torcida não dissolve a ideia da manifestação, prometendo tomar as precauções sanitárias.

De constante participação na Champions League, com destaque para a chegada às semifinais em 2010-11, e Liga Europa, da qual se sagrou campeão (antiga Copa da UEFA) em 1996-97, o Schalke amargará dois anos seguidos sem competições continentais pela primeira vez desde o hiato de 1998-99 a 2001-02.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here