Futebol Ansiedade e depressão acabam se tornando "comum" entre jogadores

Ansiedade e depressão acabam se tornando “comum” entre jogadores

-

- Advertisment -

Infelizmente a crise do coronavírus está indo muito além de problemas nos infectados e na economia mundial, muitos devido à quarentena estão desenvolvendo doenças como a depressão e crises de ansiedade.

Pelo menos é isso o que aponta uma pesquisa da FIFPro, o sindicato mundial de jogadores. Segundo ele, houve um aumento grande no número de atletas que fizeram relatos sobre sintomas destes problemas em decorrência da paralisação pelo surto de Covid-19.

Cerca de 22% das mulheres e 13% dos homens que participaram da pesquisa encabeçada pela FIFPro, disseram que tiveram sintomas como a falta de apetite, interesse, energia e também com relação à autoestima. Esses sintomas acabam sendo frequentes na depressão.

O número é o dobro em relação a última pesquisa realizada em dezembro, quando 11% e 6% dos atletas apresentaram os sintomas.

Já com relação à ansiedade, 18% das jogadoras entrevistadas e 16% dos jogadores estão sofrendo com sintomas de ansiedade generalizada, tensões ou preocupações constantes. Já 11% das jogadoras e 7,5% dos homens apresentam um quadro de sintomas de ansiedade + depressão.

Real Madrid estaria interessado em Pierre-Emerick Aubameyang do Arsenal!

Isolamento social

Atletas estão acostumados com suas rotinas de treinos e experiências fora de casa. Mesmo diante de treinamentos dentro de casa, a tendência é que isso acabe se tornando monótono por conta da falta de contato com colegas de trabalho.

A suspensão da vida profissional e nenhuma resposta sobre o futuro da profissão, vem desencadeando estes sintomas.

O médico chefe do sindicato FIFPro, Vincent Gouttebarge, disse que este é um momento de enorme incerteza para os jogadores e suas famílias em relação ao futuro e ao isolamento social.

Pesquisa

A FIFPro e o Centro Médico da Universidade de Amsterdã entrevistaram 1.134 jogadores com idade média de 26 anos e 468 jogadoras com idade média de 23 anos. Dezesseis nações participaram da pesquisa.

Apoio dos clubes

O médico da FIFPro porém informou que aproximadamente 80% dos jogadores disseram ter recursos e apoio para que a sua saúde mental seja cuidada, principalmente através de associações nacionais.

É claro que isso não é um problema exclusivo de jogadores, afinal milhões de pessoas sofrem destes sintomas todos os dias. Inclusive o secretário geral do sindicato, Jonas Baer Hoffmann, informou que não estão tentando fazer deste um caso especial, apenas apresentar um relatório para as instituições.

Hoffmann disse que estão conscientes de que isso é um reflexo geral da sociedade.

Mas muitos jogadores não vivem só de glórias, há milhares que vivem em situação financeira precária, onde os salários acabam sendo baixos e a duração média de um contrato é inferior a dois anos. “Muitos dependem de suas habilidades no futebol e a preocupação é justamente como será quando essa crise acabar.

Clubes maiores estão negociando salários e prestando assistências para seus funcionários. Já os pequenos lutam para não decretar falência.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Latest news

O que falta ao Manchester City de Guardiola para chegar a uma final de Liga dos Campeões?

A temporada 2020-21 do futebol europeu será a quinta do técnico espanhol Pep Guardiola à frente do...

Com adversário definido, a analisa novo modelo da Segunda B da Espanha e reforça discurso do acesso com Cultural Leonesa

Antes da pandemia provocada pelo coronavírus, a Segunda B da Espanha tinha 28 rodadas disputadas. Faltavam ainda...

Quem é Riquelmo, a “nova” aposta do Cruzeiro?

O time principal do Cruzeiro ganhou um reforço vindo das categorias de base. Nos próximos dias, o...

Carrasco do Fluminense, Saulo Mineiro, do Volta Redonda, revela que já desistiu do futebol e trabalhou de servente

O atacante Saulo Mineiro foi o protagonista da vitória do Volta Redonda por 3 a 0 sobre...

Ex-Flamengo, Wesley Gasolina comemora título na Juventus: “O primeiro de muitos”

O lateral-direito Wesley Gasolina comemorou seu primeiro título com a camisa da Juventus no último sábado (27)....

Vendido para time espanhol, ex-atacante do Botafogo afirma: “muito feliz por ficar”

Cria das categorias de base do Botafogo, o atacante Vinicius Tanque foi contratado em definitivo pelo FC...

Must read

- Advertisement -

You might also likeRELATED
Recommended to you