Felipe Neto recusa convite do Botafogo para ser diretor de comunicação

Após a demissão de Márcio Padilha, então Vice-Presidente de Comunicação do Botafogo, na última quarta-feira, o Glorioso convidou o youtuber e empresário Felipe Neto para ser diretor de comunicação do clube. Torcedor e patrocinador do Alvinegro Carioca, Neto ficou balançado com a proposta, mas acabou não aceitando. Os negócios, os sócios e a atual estrutura do Glorioso foram os motivos para que recusasse o convite.

“Fui procurado, balancei… mas do jeito que as coisas estão hoje… não dá pra tocar isso. Infelizmente não é o momento. O Botafogo precisa de mais do que uma reformulação do marketing e comunicação. Implementar uma revolução na comunicação agora seria como colocar um motor de Ferrari num Corsa. Há fatores fundamentais que necessitam de mudanças antes de se pensar nisso. O grupo que hoje gere o Botafogo é sério e honesto. Colocou o Botafogo de volta na primeira divisão e resgatou a confiança dos credores e do mercado, algo que parecia impossível quando assumiram com nove meses de direitos de imagem atrasados. Para competir num ambiente profissional… amadorismo tem limite. Uma hora bate no teto. O clube precisa de uma gestão de profissionais especializados em todos os setores. Quando isso acontecer… estarei lá pra ajudar”, disse, em entrevista ao globoesporte.com.

Vale lembrar que Felipe Neto já havia sido sondado outras duas vezes, mas só agora recebeu um convite oficial.

Empresas

Além de um canal no Youtube, que conta com mais de 30 milhões de assinantes, Felipe Neto é sócio de cinco empresas atualmente. São elas: Neto’s, marca de coxinhas que chegou a patrocinar o Botafogo; Vigia do Preço, ferramenta que filtra valores de anúncios na internet, que patrocina o clube; Take4Content, produtora e curadora de conteúdo digital que gerencia seus vídeos; Kidzania, parque infantil em SP, e Final Level, de games.

Após polêmica, dirigente roda no Botafogo. Saiba mais!