Sete jovens mortos na tragédia do Ninho do Urubu já foram identificados

Filipe Carbone

, Flamengo

Aumentou pra sete o número dos jovens mortos no Ninho do Urubu que foram identificados pelas famílias no IML. A informação foi divulgada por um comunicado oficial do Flamengo na tarde deste sábado (9). Ainda falta o reconhecimento de Jorge Eduardo, Rykelmo Vianna e Samuel Thomas.

Dos dez atletas mortos na tragédia, já foram reconhecidos: Arthur Vinicius de Barros Silva, Pablo Henrique da Silva Matos, Vitor Isaias Coelho da Silva, Bernardo Augusto Manzke Pisetta, Gedson Corgosinho Beltrão dos Santos, Athila de Souza Paixão e Christian Esmerio Candido.

Até a madrugada deste sábado só dois corpos haviam sido reconhecidos pelas famílias. De acordo com as autoridades, os corpos foram reconhecidos por volta de 1h50, horário de Brasília, pelos peritos e pelos familiares. Entretanto, ainda aguardam a liberação do IML para serem liberadores para o velório. Equipes funerárias estão de prontidão para levar os corpos para o velório.

Quem são as vítimas identificadas

Athila Paixão

O adolescente de 14 anos era de Lagardo, Sergipe, e chegou no clube em 2018. O pai do jovem foi informado da morte do filho por uma assistente social do Flamengo. Na última conversa dos dois, na quinta, o jovem disse que estava bem e iria treinar no Maracanã.

Arthur Vinicius de Barros Silva

Jogador está entre um dos reconhecidos pela família. (Foto: Reprodução | Facebook)

Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas completaria 15 anos de idade neste sábado. Nascido em Volta Redonda, o zagueiro costumava ficar no alojamento do Ninho do Urubu em período de jogos e treinos. Mesmo que a atividade da última sexta (08) tivesse sido cancelada, o garoto preferiu ficar no centro de treinamento com os colegas de equipe.

Pablo Henrique da Silva Matos

Zagueiro Pablo, cria da base do Flamengo

Pablo era primo do zagueiro Werley, do Vasco (Foto: Reprodução | Acervo Pessoal)

Pablo Henrique da Silva Matos também tinha ligação umbilical com o futebol. Afinal, o zagueiro de 14 anos era primo do também defensor Werley, atualmente no Vasco. O jogador cruzmaltino era representante legal de Pablo no Rio de Janeiro. Werley foi até o Instituto Médico Legal para liberar o corpo do primo. Visivelmente abalado, o zagueiro não deu entrevista.

Vitor Isaias Coelho da Silva

Vitor era atleta das divisões de base do Flamengo. (Foto: Reprodução | Facebook)

O atacante tinha 15 anos e era de Santa Catarina. Vitor começou a carreira no futsal e estava no clube há seis meses. O ex-ídolo do Flamengo, Sávio, era empresário do jogador e publicou uma nota lamentando a tragédia. Segundo a empresa do ex-jogador, a família está recebendo todo o suporte necessário.

Bernardo Augusto Manzke Pisetta

Goleiro da base do Flamengo era de Santa Catarina. (Foto: Reprodução | TV Globo)

Também de Santa Catarina, o jovem golero de 14 anos também está entre as vítimas da tragédia. O jogador estreou na base do Flamengo em meados de 2018. O adolescente chegou a atuar pelo Athletico-PR antes de ser transferido para o Ninho do Urubu.

Gedson Corgosinho Beltrão dos Santos

Atleta teve passagem pelo Athetilo-PR. (Foto: Reprodução | Facebook)

O atacante de 14 anos tinha desembarcado no Rio há apenas uma semana. Natural de Itararé, em São Paulo, o jogador também teve passagem pelo Athletico-PR. A transferência para o Flamengo foi feita após o fim o contrato com o clube paranaense.

Christian Esmerio Candido

Goleiro era uma das promessas do clube. (Foto: Reprodução | Facebook)

Um dos jogadores mais promissores do clube da Gávea, Christian era sondado por clubes da Europa e já contava com aparições nas seleções de base. O atleta colecionava troféus e tinha foto com o técnico da Seleção Brasileira, Tite.