CEO do Flamengo: Multas e alvarás “não têm nada a ver com o acidente”

O CEO do Flamengo, Reinaldo Belotti, disse que multas e alvarás “não tem nada a ver com o acidente” durante o pronunciamento oficial do clube na tarde deste sábado. Durante a coletiva, o dirigente falou sobre os procedimentos que serão tomados pelo clube após a tragédia no Ninho do Urubu que terminou com a morte de 10 jovens.

O pronunciamento de 16 minutos de Reinaldo Belotti não contou com a presença do presidente e de Márcio Braz, VP de futebol do clube.

Reinaldo não permitiu que a imprensa fizesse perguntas, assim como o presidente Ladim na sexta. No entanto, o CEO disse que o clube tem se esforçado se forma intensa no atendimentos às famílias das vítimas. De acordo com ele, esse é o principal investimento do clube no momento.

“A partir do momento que tivemos o acidente, providenciamos a vinda dos familiares com representantes capacitados. Foi com isso que mais investimos desde que o acidente ocorreu. Demos a privacidade necessária em todos os momentos, além do suporte para que os corpos fossem identificados. Estamos oferecendo ou avião de carreira ou voo fretado para remoção dos mesmos”.

Problemas com a documentação

Uma das maiores polêmicas desde o incidente tem sido com a documentação do CT. O local não tinha licenciamento da área para o uso de dormitórios. O local onde pegou fogo seria, inicialmente, para ser um estacionamento.

“Sobre multas, licenças, alvarás… isso não tem nada a ver com o acidente. Temos providências a tomar para o CT ser legalizado. Estamos trabalhando para isso Precisávamos de nove certificados. Já temos oito. Estamos trabalhando com os bombeiros”, disse Reinaldo.

Apesar disso, o CEO disse que está tratando de toda a documentação necessária e que o Flamengo sente muito que isso tenha ocorrido.

“Estamos trabalhando em cima de tudo o que aconteceu, levantando toda a documentação, mas nossa prioridade segue sendo atender as famílias e os atletas feridos. Sentimos que tenha ocorrido conosco. Estamos trabalhando duro para solucionar”, finalizou.

Projeto Atleta Cidadão. (Foto: Divulgação | Flamengo).

Certificado de clube formador. (Foto: Divulgação | Flamengo).

egistro Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. (Foto: Divulgação | Flamengo).

Sete jovens mortos na tragédia do Ninho do Urubu já foram identificados