Botafoguense comanda Time Mundo do NBB

Cada vez mais tradicional no calendário esportivo brasileiro, o Jogo das Estrelas do NBB se tornou uma das grandes atrações do basquete no país. Com estrelas do esporte dentro e fora de quadra, o evento conta com diversas atividades. Além dos torneios de habilidade, o evento conta com o tradicional duelo entre NBB Brasil e NBB Mundo, neste sábado (09), às 14h, horário de Brasília, em Franca-SP. E a equipe de estrangeiros contará com um reforço brasileiro e botafoguense.

Um dos principais técnicos do NBB, o botafoguense Léo Figueiró foi escolhido pelos jogadores para ser o auxiliar técnico do Time Mundo. Como Gustavo De Conti, treinador do Flamengo, voltou ao Rio de Janeiro, por conta da tragédia no Centro de Treinamento da equipe de futebol, o Ninho do Urubu, Figueiró irá comandar a equipe no torneio.

Léo Figueiró afirmou estar muito grato por ter sido escolhido para o NBB Mundo no Jogo das Estrelas. O treinador afirmou que é uma forma de ter o trabalho reconhecido por nomes importantes do basquete brasileiro, logo no primeiro ano dele de Botafogo.

“Eu estou muito grato, porque é uma escolha feita pelos treinadores, capitães das equipes e a imprensa. Então, isso indica que o trabalho está sendo aceito no primeiro ano, está sendo admirado e isso gera mais motivação. Sou muito grato. Estou com calor aqui, mas feliz porque, já no primeiro ano, ter esse reconhecimento é muito bom”, disse Léo Figueiró.

Boa fase não surpreende técnico

Botafogo em ação pelo NBB 18/19

Uma das surpresas do NBB 2018/2019, Botafogo briga pela classificação aos playoffs da competição (Foto: Vitor Silva | Botafogo)

O Botafogo é uma das surpresas desta edição do NBB. Nono colocado, com 25 pontos, o Glorioso está na zona de classificação para o mata-mata do Novo Basquete Brasil. A boa fase da equipe carioca, nesta temporada, não é surpresa para o técnico Léo Figueiró. O treinador afirmou que já esperava o bom momento botafoguense e afirmou que a equipe consegue ser competitiva mesmo em meio às lesões.

“Eu esperava sim. Eu sempre falei que teríamos uma equipe competitiva. Nunca prometi lugar nem nada, mas montei uma equipe que tinha confiança que ia ser competitiva. A gente é competitivo, mesmo sofrendo bastante com lesões e contusões sérias. O Coelho voltou há pouco, ele ficou bastante tempo machucado. Mas o Murilo ainda está fora. Nossa equipe é muito enxuta, então qualquer jogador que sai faz muita falta”, completou Léo Figueiró.

Zé Ricardo elogia contratação e versatilidade de Cícero: “Pode jogar em várias posições”