Ninho do Urubu não tinha laudo para funcionar

Paulo Chagas

, Flamengo

De acordo com a coluna do jornalista Lauro Jardim, no jornal O Globo, o Flamengo não tinha laudo de autorização para utilizar o Ninho do Urubu. O centro de treinamento da equipe pegou fogo, na manhã desta sexta-feira (08), deixando 10 mortos e três feridos. Ainda segundo a publicação, o complexo de treinos está em fase de regularização. Entretanto, não foi liberado para uso.

O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio e secretário da Defesa Civil, Roberto Robadey, confirmou a informação. O chefe da corporação lamentou ao acidente e afirmou que procedimentos parecidos com o que foi feito pelo Flamengo são comuns no Rio de Janeiro. Além disso, chamou o módulo da base rubro-negra de “puxadinho”.

“Não é exclusividade desse local. Mas, as pessoas, as vezes aprovam uma planta, aí quando vai ver resolve fazer puxadinho. Aumentar. A gente lamenta que as pessoas não possam fazer um planejamento adequado. É um ato final. Existe todo um procedimento. O fato de não ter a documentação implica até que não havia segurança. Muitas vezes até existe os dispositivos de segurança, mas ainda não teve uma regularização adotamos várias medidas para simplificar esse processo para agilizar”, disse Roberto Robadey.

CT foi inaugurado em 2012

O Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu foi criado em 2012, financiado por uma gigante do mercado de bebidas, visando modernizar a estrutura dos treinos da equipe principal do Flamengo. Atualmente, o CT é visto como um dos mais modernos do país, contando com módulos para o time principal e para as categorias de base.

No ano passado, o módulo profissional do Ninho do Urubu foi inaugurado. A nova casa do time principal conta com novos alojamentos, um parque aquático, academia e cinco campos de futebol. Com isso, a antiga estrutura foi repassada para as equipes de base do Flamengo. Entretanto, os times de categorias inferiores iriam para um novo alojamento.

Funcionários viram incêndio

De acordo com funcionários do Flamengo, os jogadores da base iriam para um alojamento mais moderno, na próxima semana. Muitos chegaram para trabalhar e foram surpreendidos pelas chamas que tomavam conta do local onde os meninos da base ficavam. Por conta do acidente, o Rubro-Negro cancelou as atividades dos próximos dias e adiou o jogo semifinal da Taça Guanabara contra o Fluminense, que seria neste sábado (09).

Especialista fala sobre traumas dos envolvidos em tragédia no CT do Flamengo