Após polêmica, dirigente roda no Botafogo. Saiba mais!

Gustavo Cunha

, Botafogo

Marcio Padilha, Vice-Presidente de Comunicação do Botafogo, na última semana, criou polêmica em sua conta no Twitter, ao publicar que a torcida do Glorioso abandonou o clube. Na última segunda-feira (4), torcedores fizeram um protesto em General Severiano. O movimento foi pacífico. No dia da manifestação, havia uma reunião do conselho diretor, e muitos dirigentes estavam presentes. As reinvindicações feitas foram o desligamento do profissional, contratações e melhor desempenho do time. O tema dos irmãos Moreira Salles também foi discutido.

O presidente Nelson Mufarrej assinou um documento se comprometendo a analisar os pedidos e ficou de dar uma resposta em 72 horas sobre o desligamento de Marcio. No entanto, o cartola demorou um dia a menos para tomar a decisão. Nesta quarta-feira (6), por meio de uma nota em seu site oficial, o Clube da Estrela Solitária anunciou a demissão de Padilha, que estava à frente do Marketing e da Comunicação desde novembro de 2014.

“O Botafogo de Futebol e Regatas comunica a saída do Vice-Presidente de Comunicação Marcio Padilha, na tarde desta quarta-feira (6/2), do Conselho Diretor. Agradecemos toda a colaboração do Padilha, desde novembro de 2014 à frente do Marketing e da Comunicação. Desejamos boa sorte nos seus futuros projetos e desafios.

Botafogo de Futebol e Regatas”, publicou.

Apoio

Diferente do que Marcio Padilha disse, a torcida do Botafogo, no protesto da última segunda-feira, prometeu apoiar o time e comparecer ao Estádio Nilton Santos hoje, às 21h30 (horário de Brasília), para o duelo contra o Defensa y Justicia, da Argentina, partida válida pela primeira fase da Copa Sul-Americana.

O jogo de volta acontece no dia 20 deste mês, na casa do adversário. Antes de encarar os argentinos novamente, o Glorioso terá outra estreia pela frente. A equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo encara o Campinense na próxima quarta-feira (13), às 21h30, no Ernani Sátyro, em Campina Grande, na Paraíba.

Cadê o camisa 10 do Botafogo?