Semifinal entre Vasco x Resende será no Maracanã

Joel Silva

, Vasco

O local da semifinal da Taça Guanabara entre Vasco e Resende está definido. A partida será disputada no Maracanã, domingo, às 17h. A decisão foi tomada na tarde desta terça-feira (5), na sede da FERJ. A reunião contou com a presença do presidente do Vasco, Alexandre Campello, e do presidente do Consórcio que administra o estádio, Mauro Darzé. Desde o início o clube via com bons olhos levar a partida para o Maracanã. O próprio Campello em entrevista no último domingo, confirmou essa possibilidade, desde que possa dar lucro ao Vasco.

“A gente tem uma expectativa de, se for para o Maracanã, tenha 40, 50 mil pessoas. Eu gosto muito de jogar em São Januário. O vascaíno gosta do jogo em São Januário. Mas quando você joga e existe a expectativa de botar 30, 40 mil, muitos deixam de assistir. Eu acho que o Vasco tem que pensar maior do que apenas jogar em São Januário. Achar que é o Caldeirão, que é isso ou aquilo. São Januário é a nossa casa, mas eu tenho que ter a possibilidade de jogar no Maracanã com a casa cheia e ter lucro”.

Alexandre Campello também destacou o fato do Vasco se acostumar a jogar no Maracanã, argumentando que as finais do estadual serão disputadas no estádio.

“Sem contar o aspecto técnico. Fluminense e Flamengo jogam sempre no Maracanã. O Vasco não e as finais serão no Maracanã. Então é importante que o meu time também jogue no Maracanã”.

Informações de ingressos ainda não foram divulgadas, mas a tendência é que os bilhetes sejam comercializados a partir desta quarta-feira (6).

VAR pesou a favor do Maracanã

Outro aspecto que pesou para que o confronto fosse marcado para o Maracanã é a utilização do VAR. A tecnologia será usada nos jogos mata-mata do Carioca. No entanto ficou decidido antes do início da competição, de que o equipamento seria instalado apenas no Nilton Santos e no Maracanã. Com isso, mesmo com o regulamento prevendo que o Vasco tenha o mando de campo, levar a partida para São Januário faria com que o jogo não tivesse o auxílio do árbitro de vídeo.

Vasco muda o foco e se prepara para estrear na Copa do Brasil