Erik se coloca entre referências do elenco e fala sobre retorno ao Botafogo: “Voltei para casa”

Gustavo Cunha

, Botafogo

O pouco tempo defendendo a camisa do Botafogo no ano passado foi suficiente para Erik conquistar a torcida. Em três meses, o atacante disputou 17 jogos, marcou cinco gols e foi fundamental na mudança da equipe na tabela, saindo de candidato ao rebaixamento para a nona posição ao termino do Campeonato Brasileiro. Na penúltima rodada da competição, o jogador se despediu com um “até breve”. Nesta terça-feira, o atleta foi reapresentado pelo Alvinegro Carioca, já que o Palmeiras aceitou emprestá-lo por mais uma temporada.

“Voltei para casa, para o lugar onde sou muito feliz. Aqui a química é diferente, isso foi fundamental para meu retorno. Sem palavras para o carinho que torcedor tem comigo”, declarou.

Luiz Felipe Scolari, técnico do Palmeiras, tinha interesse na permanência de Erik no Verdão. No entanto, o atacante pediu para retornar ao Botafogo, pois tinha o desejo de continuar sendo protagonista.

“Eu estava focado na pré-temporada. Sabia que o Palmeiras queria contar comigo, mas eu tinha o desejo de continuar sendo um protagonista. Fiz um pedido especial, tive que ter bastante profissionalismo. Respeitei, mas deu certo e hoje estou aqui”, disse.

Referência

O Botafogo perdeu atletas importantes para esta temporada, como Igor Rabello, Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso e Jefferson, que se aposentou, por exemplo. Pela experiência e qualidade, Carli, Gatito e Diego Cavalieri são referências no grupo atualmente.

Erik destacou a mescla entre juventude e experiência e se colocou como mais uma referência do elenco. O atacante, apesar de ter apenas 24 anos, já tem rodagem. Além do Glorioso, defendeu o Goiás, onde foi revelado, Palmeiras e Atlético Mineiro.

“É um grupo com muitos jovens, muita qualidade, mas também tem jogadores experientes. Carli, Gatito, o próprio Cavalieri. Tem uma mescla boa, o profissionalismo aqui me deixa feliz. Um grupo guerreiro. Me coloco sim entre as referências do elenco. Terminamos o ano muito bem, unidos”, concluiu.

“Velho” reforço ainda não tem reestreia garantida no Botafogo