Desfalques! Esperanças do Vasco devem seguir fora no Carioca

Allan Leibovici

, Vasco

Ainda não será nesta quarta-feira que a torcida vascaína deverá ver Bruno César e Maxi López atuando juntos com a camisa do Vasco. Os dois jogadores, principais nomes da equipe e esperança do torcedor para dias melhores na Colina, vão seguir o planejamento traçado pela comissão técnica e continuarão apenas treinando nos próximos dias.

A equipe enfrenta o Volta Redonda, nesta quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em São Januário e seria a oportunidade de estrear sob os olhares do torcedor dentro de casa. Porém, uma partida com os dois iniciando como titulares ainda não é possível de se dizer quando acontecerá. A dupla vem sendo monitorada diariamente pela comissão técnica e pelo departamento científico do clube,  que juntos, vem acompanhando suas evoluções.

Sem a presença dos dois, a tendência é que Alberto Valentim siga com Lucas Ribamar no comando do ataque, com o jovem Dudu, que subiu da base, como homem de ligação. Ainda existe a possibilidade de Thiago Galhardo retomar sua posição como titular, já que vem voltando a forma aos poucos.

Treinador não confirma ambos

Em recente entrevista, o próprio técnico Alberto Valentim confirmou que Maxi López também não tem presença garantida contra o Volta Redonda. Segundo o treinador, há um consenso entre os integrantes da comissão técnica de que Bruno César e Maxi López precisam de um pouco mais de treinos para reunir condições mínimas para poder entrar em campo no Campeonato Carioca. Entretanto, um ou outro poderá ser relacionado para o próximo jogo.

“É cedo ainda. Vamos reavaliá-los. Provavelmente algum ganhe minutos a mais de treinos nas pernas para que possa ser relacionado.”

Venda de promessa encaminhada

Um dos grandes nomes das categorias de base do Vasco está de malas praticamente prontas para a Europa. Porém, o torcedor pode ficar tranquilo porque não será agora ainda que o lateral-direito Nathan vai viajar. O clube deixou muito bem encaminhada a venda do jogador para o Valencia, da Espanha.

A equipe de São Januário vai receber 1 milhão de euros (cerca de R$ 4,2 milhões) e ficar com 50% dos direitos econômicos do atleta, que está com o time sub-20, na disputa da semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O entrave para o acorde ser finalizado é a forma de pagamento por parte da equipe espanhola. Assim que isto for resolvido, o anúncio será feito. Nathan, que tem apenas 17 anos, se apresentará apenas em 2020, quando tiver 18 anos (completa dia 5 de setembro).

Thiago Galhardo entra, marca e dá vitória ao Vasco