Flamengo se aproxima de acerto por Bruno Henrique

Na última semana, Marcos Braz manifestou publicamente a desistência do Flamengo em contar com Bruno Henrique. No entanto, as declarações soaram como blefe dentro do Santos. Por isso, o clube paulista nunca admitiu o encerramento das negociações. Mas, de fato, as conversas não voltaram a ocorrer. Fator que gerou muito incômodo no atleta. Portanto, ao longo da semana, ele se reuniu com os dirigentes santista e pediu uma solução no seu caso. Apesar de considerar um atleta importante, a diretoria santista sabe da atual necessidade de fazer dinheiro. Com isso, voltaram a procurar os rubro-negros para retomar as negociações.

A decisão foi tomada após uma votação entre os dirigentes santistas. Na reunião, ficou decidido que a preferência seria do Flamengo na negociação. Atualmente, os cariocas oferecem R$ 23 milhões e mais o empréstimo do volante Ronaldo por um ano, com opção de compra. Além disso, ainda há a possibilidade do jovem Lucas Silva integrar o negócio. Neste momento, a oferta rubro-negra é por 90% dos direitos econômicos do Bruno Henrique. Mas o único entrave da transferência é a forma de pagamento. Enquanto o Fla sugere repasse parcelado, o Santos determina que seja pago à vista. Portanto, esse é o único fator que pode melar a vinda do Bruno Henrique ao Rio de Janeiro.

Cruzeiro saiu do negócio

(Foto: Ivan Storti | Santos)

Após propostas muito desiguais, Cruzeiro saiu do negócio (Foto: Ivan Storti | Santos)

Assim como o Flamengo, Cruzeiro era um dos interessados em Bruno Henrique. Após a “desistência” do clube carioca, os mineiros ganharam fôlego nas conversas. No entanto, a disparidade nas propostas foram decisiva para o encerramento do interesse. O clube celeste ofereceu R$ 10 milhões e mais empréstimo de alguns jogadores. Mas o Santos apresentou uma contraproposta bem distante disso: R$ 20 milhões e mais 50% do passe do Raniel. Assim que chegou na mesa cruzeirense, a oferta foi negada e assunto encerrado.

Ataque mais rápido do Brasil?

Ao lodo de Berrío, Bruno Henrique pode formar o ataque mais rápido do Brasil (Foto: Divulgação | Flamengo)

Desde que assumiu o Flamengo, Abel Braga pediu para que os dirigentes tentassem a contratação de Bruno Henrique. O treinador entende que o setor em que atua Bruno Henrique, as pontas, sofre muito desgaste na temporada. Além disso, há o receio de que o Fla perca nomes na próxima janela de transferência. Por isso, a chegada do jogador seria uma forma de qualificar o elenco e as opções do comandante rubro-negro.

Além de aumentar as alternativas, Bruno Henrique faz com que o Flamengo tenha o ataque mais rápido do Brasil. Atualmente, o possível reforço rubro-negro pode atingir 37km/h em aceleração. Por outro lado, o colombiano Berrío atinge uma velocidade ainda maior: 39 km/h. Portanto, caso os atletas atuem juntos, a equipe ganha características de muita agilidade e ofensividade. Valores importantes ao longo da temporada. Mas, após inúmeras idas e vindas, a novela se aproxima do fim.

 

SIGAM NOSSO SETORISTA NO TWITTER: @JORGEABELJOR  

 

De patrocinador novo, Flamengo renova sua relação com investidores