Vasco corre para regularizar os dois reforços que faltam

Allan Leibovici

, Vasco

Ao todo, até agora, foram oito jogadores que chegaram ao Vasco. Destes reforços, apenas dois ainda não foram regularizados e, por isso, ainda não tem estreia garantida neste sábado, contra o Madureira, em Conselheiro Galvão, a partir das 16h50 (horário de Brasília), pela Taça Guanabara.

Yan Sasse e Raul Cáceres não tiveram suas situações regularizadas e aguardam a diretoria do clube correr contra o tempo para que isto aconteça. A situação do lateral é um pouco mais cautelosa, já que ele veio através de uma transferência internacional. A documentação de sua vinda (para a federação, não para o clube) ainda não chegou e, com isso, Claudio Winck deve ser o titular na partida contra o Madureira.

Informação sobre Raul Cáceres na Federação do Rio ( Foto: Reprodução | FFERJ.com.br )

Já o caso de Yan é um pouco mais simples. Falta apenas um documento ser escaneado para a CBF para que o jogador seja regularizado. O restante dos atletas: Winck, Fellipe Bastos, Ribamar, Bruno César, Lucas Mineiro e Danilo Barcelos estão com as situações regularizadas e prontos para jogo. Apenas Fellipe não estará disponível por causa de uma lesão, oriunda ainda de quando atuava pelo Sport na temporada passada.

Cáceres não deve jogar na estreia ( Foto: Divulgação | Vasco )

Estreia em Conselheiro Galvão

A partida de estreia do Vasco contra o Madureira será na casa do adversário. O Tricolor Suburbano aguardava o alvará que liberaria seu estádio para poder confirmar a partida em Conselheiro Galvão.

Conselheiro Galvão pronto para a estreia ( Foto: Divulgação | Madureira )

Em entrevista à Rádio Brasil, o presidente do clube, Elias Duba, falou sobre a liberação.

“Foi difícil liberar o Estádio e gerou custos ao Madureira, mas era uma questão de honra jogar em Madureira, ainda mais após tanto investimento para atender exigências da PM e da TV. É um prazer receber o Vasco e o Estádio de Conselheiro Galvão está preparado, arrumado e bonitinho.”

Já para o confronto contra o Flamengo, um pouco mais pra frente na tabela, ele espera que seja no Maracanã.

“Não queremos mandar partida em Conselheiro Galvão. O estádio não comportaria o apelo do jogo caso Flamengo escale o time titular. O ideal será Madureira x Flamengo ser no Maracanã”, completou o presidente.

Sobrinho de ex-jogador começa a construir sua história no Vasco