Metas de Gatito no Botafogo: fazer história e ganhar títulos

Passo a passo o paraguaio Gatito Fernández, com as belas exibições, vem fazendo por merecer a condição de ídolo do Botafogo. Hoje, o goleiro é a grande referência técnica do Glorioso e tem total confiança da comissão técnica e da torcida alvinegra. Em entrevista coletiva, o arqueiro afirmou que quer fazer história no Clube da Estrela Solitária.

“Não sei se vai ser do tamanho do Jefferson, porque ele ficou muito tempo aqui, mas gostaria de fazer uma linda história como ele fez. Essas histórias do futebol devem ser copiadas, são coisas boas. Sou feliz aqui no Botafogo. Minha mente sempre foi continuar, sei que houve sondagens. Se não for algo bom para o Botafogo, acho difícil eu sair daqui.”

Para isto, é necessário conquistas com a camisa alvinegra. O goleiro destacou que o Botafogo sempre tem que estar buscando títulos e já mira o bicampeonato Estadual.

“Quero conquistar títulos aqui. É a minha maneira de entrar na história do clube. Dá (para ganhar o Carioca), o Botafogo tem que sempre estar buscando títulos, até pela camisa do clube. Todo mundo vai estar de olho na gente esse ano.”

Pré-temporada e sondagens

Gatito durante treino do Botafogo

Gatito Fernandez recebeu sondagens de Flamengo, Grêmio e São Paulo (Foto: Vitor Silva | Botafogo)

O Botafogo vem realizando a pré-temporada no Estádio Nilton Santos. Até o momento, realizou um jogo-treino, contra o Madureira. De acordo com o volante Jean, o clube pretende realizar mais um amistoso esta semana. Como um dos principais goleiros do país, Gatito recebeu sondagens para deixar o Glorioso, mas o clube não abre mão do paraguaio. O arqueiro falou sobre os temas.

“A pré-temporada está sendo muito boa, fazendo trabalhos muitos bons e já misturando com a parte tática. Treinos muito intensos, e eu particularmente estou gostando bastante. Tive sondagens de vários clubes, mas sempre falei que minha cabeça sempre foi no Botafogo. Se fosse algo interessante para mim e para o Botafogo, seria interessante. Mas minha cabeça está aqui.”

Elenco

Igor Rabello durante treino do Atlético-MG

Igor Rabello trocou o Botafogo pelo Atlético-MG (Foto: Divulgação | Atlético-MG)

Para 2019, o Botafogo perdeu peças importantes no elenco, como Igor Rabello; Matheus Fernandes; Erik e Rodrigo Lindoso. No entanto, novos jogadores chegaram. O goleiro Diego Cavalieri; o zagueiro Gabriel; os volantes Alex Santana e Alan Santos e o meia Gustavo Ferrareis. Gatito pontuou as qualidades dos reforços.

“A gente perdeu grandes atletas. Perdemos o Erik, que fazia diferença bem grande na frente, mas os companheiros chegaram bem. Alex Santana teve destaque no Paraná, Alan é bem dinâmico, com bom passe. O Gabriel é rápido na defesa. São jogadores pontuais. Ferrareis têm o um contra um muito bom. Eles podem nos ajudar muito. A gente vai trabalhar para ter um time bem equilibrado e para que a gente não sinta falta dos companheiros.”

Diego Cavalieri

Diego Cavalieri durante treino do Botafogo

Diego Cavalieri foi contratado para ser a sombra de Gatito Fernandez no Botafogo (Foto: Vitor Silva | Botafogo)

Com a aposentadoria de Jefferson e as constantes convocações de Gatito para a Seleção do Paraguai, o Botafogo foi ao mercado e buscou o experiente Diego Cavalieri para ser o reserva imediato do gringo. O paraguaio destacou que a competição pela vaga não é boa somente para o Botafogo, mas também para os próprios atletas.

“É bom pra gente. Grande goleiro, com muita experiência, jogou fora do país. Ganhou muitos títulos no Brasil. Ele chega para somar, estou vendo que é um grande companheiro. Junto com o Diego (terceiro goleiro) , essa competição também é muito boa pra gente.”

Zé Ricardo

Zé Ricardo durante treino do Botafogo

Zé Ricardo ainda não renovou seu contrato com o Botafogo (Foto: Vitor Silva | Botafogo)

O técnico Zé Ricardo chegou ao Botafogo com a missão de livrar a equipe de um possível rebaixamento. Missão cumprida com sucesso. O clube terminou o Brasileirão em nono lugar e com uma vaga garantida para a Sul-Americana deste ano. No entanto, o contrato do treinador vai somente até abril de 2019 e até o momento nada de renovação. Gatito espera que o comandante siga no Botafogo durante toda a temporada.

“Seria muito bom pra gente, ele conhece o grupo, e a gente gosta do método de trabalho dele. Claro que pode não ser fácil receber uma boa proposta, mas facilita a vida dos jogadores. O treinador nos conhece, sabe o que pode nos pedir. Seria muito boa a continuidade dele”, concluiu.

Gatito tranquiliza torcida após deixar treino antes do fim: “Não foi nada demais”