Goleiro acerta com o Fluminense por um ano

O Fluminense confirmou a contratação do goleiro Agenor, para a temporada 2019. O arqueiro de 29 anos chega do Guarani para compor elenco. Com a saída de Júlio César, Agenor chega para brigar por espaço no banco com Marcos Felipe, cria da base tricolor. Além da dupla, a equipe carioca também conta com Rodolfo.

Cria das categorias de base do Internacional, Agenor surgiu na mesma geração que Taison, Leandro Damião e Walter. Entretanto, o goleiro não teve a mesma sequência que os antigos companheiros. Com apenas 11 jogos em cinco anos de Colorado, o goleiro foi emprestado ao Joinville.

Goleiro foi comparado a Neuer

Com a camisa do Joinville, Agenor viveu o melhor momento da carreira. Com boas atuações, o goleiro caiu nas graças do torcedor. Além disso, a capacidade de jogar com os pés rendeu o apelido de Ageneuer. As comparações com o goleiro alemão Manuel Neuer aumentaram as atenções sobre o arqueiro, que chamou a atenção de alguns clubes do país.

As boas atuações de Agenor no Joinville chamaram a atenção do Sport, que o contratou em 2016, para ser o reserva do ídolo Magrão. Além disso, o goleiro era preparado para, eventualmente, substituir o Camisa 1 do Leão da Ilha em breve. Entretanto, as atuações abaixo da média nas oportunidades que teve, fizeram com que o arqueiro perdesse espaço.

Sem espaço no Sport, Agenor acabou assinado com o Guarani, no meado do ano passado. No Bugre, o goleiro voltou a ter sequência. Titular a partir da 21ª rodada da Série B, o arqueiro não saiu mais da equipe. Mas, apesar do bom rendimento com a equipe de Campinas, o interesse do Fluminense mexeu com Agenor.

Agenor em treino pelo Guarani, em 2018

Logo depois de passagem ruim pelo Sport, Agenor ganhou sequência no Guarani (Foto: Reprodução | Guarani)

Em fim de contrato com o Guarani, Agenor não renovou com o Bugre e assinou por uma temporada com o Fluminense. Mesmo que chegue para ser reserva, o arqueiro chega logo depois da saída do antigo titular, Julio César. O ex-Camisa 22 do Tricolor Carioca deixou o clube para fechar com o Grêmio.

Estilo de Fernando Diniz cai nas graças do elenco