Cavalieri é apresentado oficialmente pelo Botafogo: “Venho com o intuito de ajudar”

Gustavo Cunha

, Botafogo

Anunciado no final do mês passado, Diego Cavalieri foi apresentado oficialmente pelo Botafogo nesta sexta-feira (4), dia da reapresentação do elenco. Com a aposentadoria de Jefferson, o goleiro chega para ser o reserva imediato de Gatito Fernández. O arqueiro afirmou que a história e a grandeza do Glorioso pesaram em sua decisão de assinar com o clube.

“Fiquei muito feliz com o convite. Pesa toda a história do Botafogo, a grandeza do clube, os profissionais que aqui estão. Todos elogiaram muito o Zé Ricardo. A conversa foi muito franca.”

No primeiro contato com os novos companheiros, Cavalieri destacou que foi muito bem recebido e que o ambiente do Botafogo é muito bom. Inclusive, o arqueiro teve a oportunidade de conversar com Gatito, atual dono da meta alvinegra.

“Cheguei hoje e fui bem recebido. Ambiente muito bom, todos me deixaram à vontade. Com o Gatito eu tive a oportunidade de conversar. É sempre bom trocar ideia com pessoas que você admira. Pelo primeiro contato, estou muito satisfeito. Deu para ver que é um ambiente bom”.

Disputa

Apesar de ter sido contratado como o status de reserva, Diego Cavalieri não irá se contar apenas com o banco. No entanto, pontuou que a disputa pela posição será de forma leal e, independente de começar jogando ou não, o mais importante é ajudar.

“Em relação à disputa, todos aqui estão buscando seu espaço. Importante é ter lealdade. Todo mundo quer jogar, mas o mais importante é ajudar, seja do lado de fora ou em campo. Venho com o intuito de ajudar o máximo. Sei da qualidade do Gatito, fez um grande ano.”

Tempo sem atuar

Desde que deixou o Fluminense, no final de 2017, Diego Cavalieri não disputa uma partida. O goleiro foi contratado em março do ano passado pelo Crystal Palace, da Inglaterra, onde ficou até junho, mas não chegou a jogar. O goleiro garantiu que irá se empenhar ao máximo para compensar o tempo sem atuar.

“Período complicado, de muito aprendizado e reflexão por tudo o que aconteceu. Fui para o Cristal Palace em uma situação de emergência. Foram só quatro meses. Após a Copa eu fiquei parado. Momento novo, é preciso saber lidar. Nunca desanimei, nem abaixei a cabeça. Sempre treinando. Vai ser um pouco mais difícil, mas pego rápido dentro de campo com muito empenho. Estou preparado”, declarou, completando dizendo como foi esse período sem jogar.

“Não era uma situação esperada até porque tinha mais dois anos de contrato com o Fluminense. É ter uma base boa, a família por trás. Ter consciência da capacidade, do que posso fazer. Não fiquei parado, criei motivação, acreditei no meu potencial”.

2019

Por fim, Cavalieri projetou a temporada de 2019. O goleiro espera um ano de muito trabalho e destacou a força do grupo.

“Um ano de muito trabalho, procurar ter um pensamento positivo, cuidar do nosso dia a dia, do nosso vestiário. Depois as coisas fluem dentro de campo. No ano passado deu para ver a força desse grupo. Temos que nos dedicar o máximo todos os dias”, encerrou.

Moisés passa a limpo temporada no Botafogo