Pedro é a bola da vez no Flu

Paulo Chagas

, Fluminense

Principal jogador do Fluminense em 2018, Pedro viveu uma montanha-russa de emoções no último ano. Artilheiro do Campeonato Carioca, o atacante também brigou pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Com 19 gols, o jogador já era o homem-gol Tricolor no ano, ainda em agosto. O bom rendimento rendeu uma convocação para a Seleção Brasileira, em agosto: a primeira dele na carreira.

Entretanto, uma grave lesão no joelho, às vésperas da viagem com a Seleção, tirou Pedro não só dos amistosos contra Estados Unidos e El-Salvador, como deixou o atacante fora de combate durante todo o resto da temporada. O rompimento do ligamento cruzado do joelho direito do jogador o deixará de fora por mais dois meses. Entretanto, a lesão não reduz a importância do centroavante.

Com as saídas de Gum e Sornoza, Pedro se torna a principal atração do Fluminense na temporada. Vivendo período de remontagem de elenco, a permanência do atacante como um dos pilares do novo elenco é comemorada pela torcida, que vê no jogador a esperança de um ano menos complicado. Além disso, as perdas fazem com que o centroavante seja o líder técnico do time em 2019. Assim, as responsabilidades do atacante aumentam e o assédio do mercado, também.

Atacante pode ser negociado em 2019

Pedro fazendo tratamento no Fluminense

Sem jogar desde agosto, Pedro viu chance de ir para o Real Madrid escorregar pelos dedos (Foto: Lucas Merçon | Fluminense)

Além dos torcedores tricolores, a diretoria do Fluminense também aguarda com ansiedade o retorno de Pedro. O retorno técnico não é a única razão que empolga o departamento de futebol. Afinal, o Tricolor acredita que possa negociar o atacante na próxima temporada. Vivendo problemas financeiros, a equipe tricolor vê na venda do centroavante, a possibilidade de equilibrar as contas.

Em 2018, Pedro foi sondado por Borussia Dortmund-ALE, Bordeaux-FRA, Monterrey-MEX e Real Madrid-ESP. Os espanhóis, entretanto, foram os únicos a abrir negociação com o Fluminense pelo atacante. O Madrid estava disposto a oferecer € 30 milhões (R$ 133,5 milhões) para ter Pedro a partir de 2019.

Entretanto, a lesão de Pedro fez com que a negociação entre Fluminense e Real Madrid melasse. Mas, a diretoria do Tricolor mantém a esperança de que equipes europeias voltem a procurar pelo atacante. E tudo passa pelo bom rendimento do jogador na volta da lesão. Enquanto, Pedro não volta, Luciano deve seguir no comando do ataque do Flu nos primeiros jogos da temporada.

Com Luciano como homem-gol, o Fluminense estreia daqui a duas semanas no Campeonato Carioca, contra o Volta Redonda. Sem dia e horário confirmados, o Tricolor irá jogar no fim de semana dos dias 19 e 20 deste mês. Além disso, ainda sem Pedro, a equipe carioca estreia na Copa Sul-Americana, no dia 13 de fevereiro, contra o Antofagasta.

Ex-Fluminense aposta na volta de Pedro à Seleção