Sem espaço no Vasco, destino de Thalles pode ser time da primeira divisão

Gustavo Cunha

, Destaque, Vasco

Após descartar a permanência do centroavante Lucão, vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro Série B, com 21 gols, por conta da pedida salarial do atleta e de seu empresário, Vinícius Prattes, o Goiás busca reforços para a posição.

Neste sábado, o Esmeraldino contratou Júnior Brandão por um ano de empréstimo junto ao Ludogorets, da Bulgária. No entanto, os goianos querem mais e o próximo jogador pode vir do Vasco. Thalles, que retorna após ser cedido ao Albirex Niigata, do Japão, está fora dos planos do Gigante da Colina para 2019 e interessa.

Passagem pelo Japão

Thalles durante jogo do Albirex Niigata

Thalles teve passagem sem brilho pelo futebol japonês (Foto: Divulgação | Albirex Niigata)

Nesta temporada, Thalles disputou 41 jogos no futebol japonês. Sendo 34 na J2 League (segunda divisão do Japão); dois na Emperor’s Cup e cinco na J. League Cup. Foi titular em 19 duelos e entrou no decorrer das partidas em 22 oportunidades. Acumulou 1926 minutos em campo e marcou apenas seis gols.

Apesar dos gols feitos em oportunidades que teve no Vasco, como os dois na virada sobre o Ceará, na última partida da Série B de 2016, por exemplo, Thalles não goza de muito prestígio com torcedores e dirigentes cruz-maltinos. O atleta é questionado pelo condicionamento físico e o gosto pela noite.

Números pelo Vasco

Thalles em ação pelo Vasco

Thalles está fora dos planos do Vasco para 2019 (Foto: Divulgação | Vasco)

Destaque nas categorias inferiores do Vasco e com convocações para as seleções de base do Brasil, Thalles foi promovido ao time principal do Gigante da Colina em 2013. Em seu primeiro ano na equipe profissional, disputou oito jogos e marcou três gols. Em 2014, as chances aumentaram consideravelmente. Foi a campo em 43 oportunidades e anotou 10 tentos.

Em 2015, disputou 30 partidas e balançou as redes em quatro oportunidades. Em 2016, ano em que teve mais oportunidades, foi a campo 47 vezes e anotou 13 tentos. Em 2017, sua última temporada no Vasco antes de ser emprestado para o Albirex Niigata, do Japão, foram 26 jogos e seis gols.

Dirigente valoriza ida de Martin Silva para o Libertad: “Uma das grandes contratações do futebol sul-americano”