Empresário admite proposta por volante do Flu

Paulo Chagas

, Fluminense

O Fluminense não vive um grande momento financeiro. Sofrendo com salários atrasados, o clube tenta fazer caixa com a venda de atletas. Depois das saídas de Richard e Sornoza, a bola da vez é Jefferson Orejuela. Emprestado à LDU, na última temporada, o volante foi um dos destaques do título equatoriano deste ano.

O bom rendimento de Orejuela fez com que o volante voltasse a ser convocado para a seleção equatoriana em 2018. Além disso, o jogador chamou a atenção de clubes dentro e fora do Brasil. Apesar de ter o desejo de permanecer na LDU, a instabilidade financeira da equipe equatoriana impede que Orejuela continue na Liga, na próxima temporada.

(Foto: Reprodução | Twitter)

Campeão equatoriano pela LDU, volante Jefferson Orejuela pode assinar com rival Emelec em 2019 (Foto: Reprodução | Twitter)

Em entrevista exclusiva ao Esporte 24 horas, o empresário de Jefferson Orejuela, José Chamorro admitiu que os problemas financeiros de LDU e Fluminense dificultam uma possível permanência do jogador. Além disso, o agente confirmou que o Emelec, um dos maiores rivais da LDU, quer o volante na próxima temporada.

“O Orejuela precisa entrar em um acordo salarial com a LDU. Se isso não acontecer, teremos de procurar outro clube. Os dirigentes querem reduzir o salário, enquanto o jogador deseja uma valorização financeira. Acho que temos como chegar a um meio termo. O Emelec fez uma proposta muito boa para ele, mas o Orejuela só volta a conversar após encerrar as negociações com a Liga. Além disso, o Emelec encaminhou uma proposta oficial ao Fluminense. O próximo passo depende deles”, disse José Chamorro.

Mas, para ter Jefferson Orejuela, LDU e Emelec terão que lidar com a concorrência. Vice-campeão da Libertadores da América de 2018, o Boca Juniors sondou a situação do volante. Além dos argentinos, os mexicanos Puebla e Tijuana também procuraram o jogador, mas não oficializaram nenhuma proposta.

Clubes brasileiros procuram volante

(Foto: Reprodução | Twitter)

Atuações de Orejuela na LDU chamaram a atenção de clubes do Brasil, na Argentina e no México (Foto: Reprodução | Twitter)

E não são só os hispânicos que sondaram a situação de Jefferson Orejuela. Clubes do Brasil também manifestaram interesse pelo volante. De acordo com o empresário José Chamorro, clubes da Série A do Campeonato Brasileiro também o procuram pelo jogador. Entretanto, as conversas ainda não avançaram.

“O Athletico-PR, que foi campeão da Copa Sul-Americana, demonstrou interesse em contratá-lo por empréstimo. Tivemos uma conversa, mas depois disso os dirigentes não nos procuraram mais. Não sei dizer se houve uma conversa oficial com o Fluminense. O outro clube foi o Goiás, mas esse ficou apenas no campo da hipótese. Apenas sondagem mesmo. Além disso, o Orejuela foi sondado por dois clubes do México. Puebla e Tijuana não formalizaram nada. Apenas conversaram comigo sobre a situação do atleta”, revelou Chamorro.

Contratado para ser o dono do meio de campo do Fluminense, Jefferson Orejuela não rendeu o esperado. Apesar de ter começado bem com a camisa tricolor, os problemas de saúde da mãe dele afetaram o rendimento do jogador no segundo semestre de 2017. Sem jogar, o volante perdeu espaço também na seleção equatoriana. Com todos esses motivos, o meia optou por ser emprestado à LDU.

Volante não se adaptou

(Foto: Reprodução | FEF)

O bom momento na LDU fez com que Orejuela voltasse à seleção equatoriana(Foto: Reprodução | FEF)

A boa fase na LDU e a proximidade da família fazem com que Orejuela repense a possibilidade de voltar para o Brasil. Além disso, o desejo do Fluminense em vendê-lo aumenta a vontade do volante em deixar definitivamente o Tricolor. José Chamorro afirmou que os problemas de adaptação atrapalharam o jogador a render como se esperava no Rio de Janeiro. Mas, o empresário admite a possibilidade do equatoriano se reapresentar ao clube, caso não seja negociado.

“Ele teve problemas de adaptação no Fluminense, sentiu falta da família e de seu país. Isso é normal quando um estrangeiro chega em outro país. Embora tenha sido acolhido pelo grupo, o Orejuela não conseguiu desenvolver bem o seu futebol. Além disso, perdeu espaço na seleção equatoriana. Isso o fez perder um pouco a motivação. Caso um clube não demonstre interesse em adquirir os direitos do Orejuela, o jogador terá de se reapresentar no início de janeiro ao Fluminense”, concluiu Chamorro.

Mesmo que o rendimento de Orejuela na LDU chame a atenção, a permanência do volante não é vista como prioridade no Fluminense. Apesar de perder Richard e Airton, o Tricolor prefere vender o jogador para quitar dívidas. Vale lembrar que o Fluminense chegou a dever cinco meses de salários e dois de direitos de imagem na última temporada.

Meia sonha com retorno ao Fluminense