Ex-Vasco quer ter sequência no Ceará

Com contrato renovado com o Ceará até maio de 2020, o goleiro Diogo Silva espera ter mais sequência em 2019. O jogador chegou ao clube em agosto para ser o reserva de Éverson, titular absoluto e um dos destaques da posição no Campeonato Brasileiro. Por conta disso, jogou pouco, apenas uma vez. No entanto foi muito bem e segurou o empate para o Vozão diante do Atlético-MG, por 0 a 0, no Independência. Diogo Silva entende que Éverson vive uma boa fase, mas almeja a titularidade.

“Eu sou um cara bem consciente. O Éverson é um grande goleiro, tem uma história já no clube então não seria uma coisa ou outra que faria ele perder a posição. Cabia a mim trabalhar forte para que caso acontecesse uma oportunidade dar o meu melhor. Graças a Deus pude corresponder quando fui solicitado. Espero conseguir um bom número de jogos em 2019, ir em busca de resultados positivos para o clube e para minha carreira”.

Alegria pelo objetivo alcançado

O goleiro Diogo Silva foi contratado pelo Ceará junto ao Luverdense-MT, que disputou a Série C. Chegou ao Vozão sabendo que o objetivo era apenas se manter na Série A. Para muitos, a missão era impossível, já que o time estava mergulhado na zona do rebaixamento. O feito, por conta de toda a dificuldade, é motivo de enorme felicidade para o jogador.

“A temporada de uma forma geral foi muito boa. Isso que aconteceu com a gente é motivo de muita alegria. Deus nos abençoou a conquistar esse objetivo que já era dado como impossível. O grupo todo está de parabéns. Temos a sensação de dever cumprido. Quando eu cheguei não tinha outro objetivo na competição a não ser permanecer na Série A. Conquistar esse objetivo foi uma enorme felicidade.

Passagem discreta no Vasco e Martin Silva

Diogo Silva conseguiu um final feliz no Ceará em 2018. Entretanto, atuando pelo Vasco, foi rebaixado em 2013. Naquele ano, os goleiros foram os grandes culpados pelo fracasso Cruzmaltino. Alessandro, Michel Alves e o próprio Diogo Silva, revezavam na posição de titular sem conseguir dar segurança ao time. Por conta dessa indefinição, o Vasco foi em busca de Martin Silva, na época vice-campeão da Libertadores pelo Olímpia. Diogo Silva, que foi reserva do uruguaio em 2014, comentou de forma rápida sobre o momento atual do goleiro vascaíno.

”O torcedor é movido por paixão e no futebol tudo é momento”.

Diogo Silva na época em que defendeu o Vasco. Goleiro atuou em 40 partidas pelo clube porém sem destaque. (Foto: Divulgação | Vasco)

Clássico-Rei

Após 26 anos, Ceará e Fortaleza voltam a se enfrentar no Campeonato Brasileiro da Série A. Esse encontro, chamado de Clássico-Rei, está marcado para 2019. Para Diogo Silva, ter os dois clubes cearenses na primeira divisão mostra ainda mais a força do futebol nordestino.

“Achei ótimo o acesso do Fortaleza. Isso mostra a força do futebol cearense, do futebol do Nordeste, que também vai contar com outros times. Esse confronto será muito especial. Os clubes têm procurado investir, se organizar e o resultado é a paixão do torcedor, que aumenta cada vez mais. Todos falavam muito bem da estrutura do Ceará e foi isso que eu encontrei. O clube está na frente de muitos outros aqui no Brasil”.

Vasco quer perdão de dívida para liberar Martin Silva