Tite promove mudança e conquista jogadores

Desde que renovou seu contrato, Tite aproveita esse novo ciclo para fazer muitas observações na Seleção Brasileira. Portanto, não será diferente contra a Arábia Saudita, na sexta-feira. No treino de ontem, o treinador confirmou que a equipe vai a campo com muitas novidades. Por isso, dos titulares absolutos, só Casemiro, Coutinho e Neymar vão ser titular.

O Brasil deve ir a campo com Éderson, Fabinho, Marquinhos, Pablo e Alex Sandro; Casemiro; Fred, Renato Augusto, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Apesar de estar dando oportunidades a alguns jogadores, Tite não abre mão do seu estilo de jogo. Em todos os treinos, o treinador pede constantemente que a equipe faça triangulações, tabelas e toques curtos. Principalmente, pelos lados do campo. Assim Tite busca mexer no sistema de marcação adversário através de movimentação e velocidade na transição.

(Foto: Divulgação CBF)

Jogadores comemoram oportunidade no time titular (Foto: Divulgação CBF)

Jogadores comemoram oportunidade

Com a possibilidade de observar novos jogadores, Tite vai realizando o sonho de muitos atletas. Ao longo da semana, jogadores sem tanta presença na Seleção tiveram maior contato com a imprensa e exaltaram a oportunidade. Por exemplo, o zagueiro Pablo. De acordo com o ex-corintiano, a sensação de representar seu país é única e gratificante.

“Tudo é novidade. Um dia você sonha, um dia você pensa em alcançar objetivos, e estar aqui é um sonho realizado. Hoje, quando entrei no quarto e coloquei o uniforme da Seleção, passou um filme na cabeça. Tantas lutas, dificuldades, choros, todo mundo que tenta alcançar objetivos leva porradas na vida. Isso faz você amadurecer ainda mais. É muito bacana estar ao lado de caras como Neymar, Coutinho, só feras. É gratificante”, afirmou Pablo.

Assim como o companheiro, o lateral-direito Fabinho revelou que ficou surpreso ao ser convocado. Em entrevista, o defensor contou como ficou sabendo da sua convocação. Além disso, compartilhou mais um detalhe. Segundo o jogador, Tite ficou preocupação com a função que ele poderia exercer na equipe.

Foto: Pedro Martins/MoWa Press

Tite foi muito elogiado pelos jogadores (Foto: Pedro Martins/MoWa Press)

“Antes da primeira convocação o Edu e o Tite ligaram para mim, eu não esperava essa ligação. Esperava receber uma oportunidade pelo trabalho que eu vinha fazendo, mas a ligação foi surpreendente. Tite me perguntou se haveria problema contar comigo na lateral direita, se isso poderia me atrapalhar no clube. Eu disse que estar na Seleção só me ajudaria, e que sabia fazer as duas posições”, disse Fabinho.

Por fim, o goleiro Éderson comemorou a oportunidade no time titular contra a Arábia Saudita, na próxima sexta.

“Ontem, depois do treino, Tite me chamou para conversar com Alisson e Taffarel, e passou que eu jogaria o primeiro jogo e Alisson o segundo, fiquei muito feliz por ter uma oportunidade de disputar uma partida com a seleção brasileira. Ele passou a ideia dele, falou que era um novo ciclo se iniciando para a Copa América e procuraria testar o máximo de jogadores possível”, revelou.

Força máxima contra Argentina

Apesar de mesclar no primeiro compromisso, Tite não vai repetir o gesto contra a Argentina, na terça. Por isso, os atletas que ficarão no banco diante da Arábia muito provavelmente vão começar jogando. Por exemplo, Alisson, Danilo, Miranda, Filipe Luís, Arthur e Roberto Firmino. Na manhã desta quarta-feira, o Brasil fará seu último treino em Londres. Logo após, a Seleção vai viajar para Riad, capital da Arábia Saudita e palco do amistoso contra a seleção local.

 

Jogão! CBF confirma amistoso entre Brasil e Uruguai

Deixe uma resposta

cinco − 1 =